Twitter - Anglicana Comunhão Facebook - Anglicana Comunhão Youtube - Anglicana Comunhão

Anglicanismo

Quem somos?

A Igreja Anglicana expressa a sua fé nas palavras de dois grandes credos históricos do cristianismo: O Credo Apostólico e o Credo Niceno, que foram escritos no tempo da igreja indivisa e constituem a confissão normativa da fé universal ainda hoje. Mesmo reconhecendo que as afirmações humanas sobre a natureza de Deus são insuficientes para expressar toda a verdade, a Igreja Anglicana estimula o estudo e a pesquisa sobre a verdade em todos os campos do conhecimento humano. Não antepõe limites ao estudo e à investigação honesta e favorece o uso da razão como faculdade dada por Deus para enriquecer e ampliar a verdade revelada. 

Acreditamos que o Espírito Santo guia os homens na busca da verdade, capacitando a igreja a relacionar a verdade humana à verdade de Deus revelada em Jesus Cristo. 

A Igreja Anglicana tem na Bíblia a principal fonte de doutrina, cujas páginas registram os fundamentos históricos do cristianismo, embora de maneira não exclusiva. A tradição cristã abrange muito mais do que a Bíblia. Nela se inclui a valiosa contribuição dos grandes santos e pensadores cristãos, a liturgia, o tesouro devocional acumulado durante séculos e as implicações morais da fé cristã na vida diária. A Igreja Anglicana acredita que as Sagradas Escrituras contém toda a doutrina necessária para a salvação e nada que nelas não possa ser lido ou provado por elas pode ser tido como artigo de fé ou necessário para a salvação. 

A Igreja Anglicana é uma igreja sacramental. Os sacramentos são sinais externos e visíveis de uma graça interna e espiritual, dados por Cristo como meios seguros para receber esta graça. Os sacramentos expressam a crença da igreja na natureza sacramental do universo e da vida, significando que Deus está presente e atuante na criação em todos os seus aspectos. Esta verdade foi expressa de maneira definitiva pela entrada de Deus na história humana como homem em Jesus Cristo. Existem dois sacramentos: o Santo Batismo e a Santa Eucaristia. Esses dois sacramentos foram ordenados por Cristo como necessários para a salvação, ou seja, são os principais meios de graça sacramental para aqueles que aceitam o evangelho redentor de Jesus Cristo. Há outros ritos, chamados também de sacramentos menores, tradicionalmente aceitos e reconhecidos pela igreja. Embora não tenham sido especificamente ordenado por Jesus, a Igreja Anglicana os reconhece como tendo também caráter sacramental. São cinco os sacramentos menores: a Confirmação, a Penitência, as Ordens Ministeriais (bispo, presbítero e diácono), o Matrimônio e a Unção dos Enfermos.

Origem Histórica

Quando as pessoas perguntam pela origem da Igreja Episcopal Anglicana, logo querem saber quem foi o seu fundador. A resposta geralmente encontrada nos livros de história geral de que foi o Rei Henrique VIII não corresponde a verdade, pelo simples fato de que o controvertido rei não podia fundar algo que já existia. 

A resposta correta é Jesus Cristo. A origem da Igreja Episcopal Anglicana foi fruto da expansão do cristianismo dos primeiros séculos, que alcançou primeiramente as Ilhas Britânicas no séc.III, passando pelos EUA no séc.XVII e chegando finalmente ao Brasil em 1890.

A primeira referência sobre a existência de Cristãos na Grã-Bretanha foi registrada por Tertuliano que, em 208, fala de regiões da Ilha que haviam se convertido ao Cristianismo. O certo é que, em 314, três bispos ingleses participaram do Concílio de Arles, no sul da França. Esse fato mostra que já havia uma igreja organizada na grande ilha. 

Em 597, o papa Gregório enviou uma comitiva de 40 monges, chefiada por Agostinho, para converter os bretões. A obra missionária iniciada por Agostinho foi consolidada por uma segunda missão romana liderada por Teodoro de Tarso.

Doze séculos depois, a igreja inglesa julgou necessário resistir à antiga intromissão papal, rompendo suas relações com Roma. Aleluia !

Henrique VIII não fundou uma nova igreja, mas simplesmente separou a igreja que já existia na Inglaterra da tutela e controle romanos por razões políticas, econômicas, religiosas e até pessoais. 

Separada e independente, a igreja da Inglaterra continuou sua milenar caminhada na história, alternando períodos de influência ora romanista, ora protestante. Em 1559, começou o reinado de Maria I, e com ela veio o controvertido ato de uniformidade (católica, ela deu início a perseguição aos protestantes). 

Maria I (filha de Henrique VIII com Catarina de Aragão) manteve sua meia-irmã Elizabeth (protestante, filha de Henrique VIII com Ana Bolena) em prisão domiciliar. 

Mas após a sua morte, Elizabeth I assumiu o trono e reafirmou a fé protestante na nação.

A Igreja Anglicana no Brasil

Foi nessa época que começou a colonização da América, onde a Igreja Anglicana se desenvolveu rapidamente. 

Em 1º de junho de 1890, os missionários James Watson Morris e Lucien Lee Kinsolving realizaram, na cidade de Porto Alegre, o primeiro culto da Igreja Protestante Episcopal no Sul dos Estados Unidos do Brasil.

Hoje fazemos parte da Diocese do Recife com o Bispo Diocesano Miguel Uchoa e estamos no região eclesiatica I com o Bispo Flavio Adair e no arcediagado PB/RN com o arcediago Rev. Márcio Meira. 

Comunhão Anglicana

Este é o nome que se dá à família de Igrejas Independentes que descendem da Igreja da Inglaterra ou que se identificam com o Anglicanismo e que se encontram em plena comunhão umas com as outras. 

Hoje a Comunhão Anglicana consta de cerca de 90 milhões de fiéis agrupados em 32 Igrejas Autônomas (Províncias) e 24 Igrejas Associadas, espalhadas por cerca de 165 países. 

Nossa Igreja Local

No ano de 1999 o até então Postulante Márcio Meira com uma ousadia jovem aceitou o desafiou que Deus havia ministrado em seu coração de abrir uma frente evangelizadora no litoral. Recebendo autorização Episcopal do Bispo Robinson Cavalcanti, no dia 27 de novembro daquele mesmo ano, na Escola Municipal Frei Albino no bairro do Bessa, nasceu o Ponto Missionário Anglicano Comunhão.

Peregrinamos por escolas, hotéis e alugueis, hoje com Templo próprio na Rua Fernando Honorato Pereira, constituímos uma Paróquia vibrante dirigida em Células e que tem crescido na unção do Espírito Santo ano após ano.

Aqui você é bem vindo ;)

 


Desenvolvido por Visual Slim